(21) 96755-2523

Obras da Águas do Rio melhoram abastecimento


Publicado em 13/05/2022

 A concessionária Águas do Rio construiu 46 quilômetros de tubulações para a implantação de novas redes de distribuição de água e de melhorias do sistema na Baixada Fluminense em seis meses de operação. De acordo com a empresa, foram realizadas melhorias em estação de bombeamento, interligação de rede de água, desobstrução de registro, assentamento de rede e de distribuição de rede de água, além de implantação de nova rede de abastecimento e extensão em bairros de Belford Roxo, Duque de Caxias, Nilópolis, Nova Iguaçu, Japeri, Magé, Mesquita, Queimados e São João de Meriti.


O presidente da conces-sionária, Alexandre Bianchini, explicou que a empresa tem realizado diversas obras na  região para resolver pequenos e grandes problemas no acesso à água, uma problemática histórica e jamais resolvida completamente na Baixada Fluminense. “Sabemos que ainda há muito a ser feito. Nesses seis meses, criamos duas superintendências para atuarem exclusivamente nas nove cidades da Baixada, que fazem parte de nossa concessão. Estamos  focados em resolver os grandes problemas, que vão precisar de mais tempo, mas também os pequenos. Por isso, realizamos diversas obras que beneficiam até mil pessoas, por exemplo, trazendo um grande impacto  na qualidade de vida destas pessoas”, explicou.

De acordo com a conces-sionária, apenas no bairro   Olavo Bilac, em Duque de Caxias, a interligação da rede de água beneficiou 280 mil pessoas. No bairro Cabral, em Nilópolis, a empresa estima que a melhoria na estação de bombeamento da região tenha afetado 75 mil pessoas. A mesma ação no Vale do Ipê, em Belford Roxo, beneficiou 65 mil moradores, e em     Cabuçu, em Nova Iguaçu, 40 mil.

Já em Queimados, a   implantação de nova rede de abastecimento de 4km de extensão beneficiou cerca de três mil moradores do Parque Olimpo. No Bairro São Mateus, em São João de Meriti, a extensão da rede de distribuição de água em um quilômetro afetou 13 mil  moradores da região. Em Japeri, no Centro e em Nova Belém, a desobstrução de registro, estima a empresa, mudou o acesso à água de 13 mil pessoas. No  Sebinho, em Mesquita, três mil foram beneficiados com o assentamento de distribuição de rede e novas ligações em 1km de  extensão. Já em Magé, o assentamento da rede em 1,5km de extensão beneficiou 450 pessoas.