(21) 96755-2523

Governo do Estado vai reformar 24 UPAs em várias regiões


Publicado em 13/05/2022

 Com um investimento de cerca de R$ 41 milhões, o Governo do Estado, por meio da secretaria de Estado de Saúde (SES), iniciou ontem, quinta-feira, dia 12, a reforma de 24 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) esta-duais. Pioneira na implantação das UPAs no Brasil, com a unidade Maré em 2007, a SES fará a maior reforma nessas estruturas desde a  criação do modelo, replicado em todo o país. A medida tem como objetivo melhorar o serviço prestado à população, além de aprimorar as condições de trabalho dos profis-sionais de saúde.


“As intervenções  estruturais que o governo do estado vai começar a realizar neste momento em oito UPAs de diferentes regiões do Rio dão a dimensão da importância da saúde para nossa gestão como uma prioridade para todos os fluminenses. Vamos recuperar as unidades para entregar um serviço público de saúde com ainda mais qualidade”, afirmou o governador Cláudio Castro.

O cronograma das obras, que serão conduzidas pela Fundação Saúde, prevê três etapas. Oito UPAs entrarão em obra por vez. Durante a reforma, as unidades não serão fechadas. Para isso, a unidade será dividida em três setores. Apenas o setor que estiver passando pelas melhorias será interditado, e o aten-dimento, transferido para outra área. Pacientes internados serão transferidos para outras unidades que atendam suas necessidades clínicas. A previsão é que as obras de cada grupo de oito UPAs levem em média dois meses para serem concluídas. O primeiro grupo que passará pela reforma    inclui as unidades de Botafogo, Ricardo de Albuquerque, Rea-lengo, Campo Grande I e  Campo Grande II, Nova Iguaçu I e Nova Iguaçu II e Campos dos Goytacazes. A previsão é que a reforma total seja     concluída até o fim do ano.