(21) 96755-2523

Justiça mantém Enem nos dias 17 e 24 de janeiro


Publicado em 12/01/2021

A Justiça negou o pedido de adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por conta da alta de casos e mortes por Covid-19 em vários estados do Brasil. A aplicação da prova está prevista para os dias 17 e 24 de janeiro na modalidade presencial. Nos últimos dias, cresceu a pressão sobre o governo para a remarcação da prova, que já havia sido adiada no ano passado em função da pandemia do novo coronavírus.


A Defensoria Pública da União vem defendendo um novo adiamento do exame, que ocorrerá "exatamente no pico da segunda onda de infecções, sem que haja clareza sobre as providências adotadas para evitar-se a contaminação dos participantes da prova, estudantes e funcionários que a aplicarão", até que possa ser feito de maneira segura, ou ao menos enquanto a situação não esteja tão periclitante quanto agora".

Ao todo, mais de 5,7 milhões de inscrições foram confirmadas nesta edição, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Enem terá duas versões: uma presencial, a ser realizada nos dias 17 e 24 de janeiro, e outra virtual, prevista para 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Os candidatos só puderam se candidatar a uma das modalidades. Inicialmente, o exame ocorreria em 1° e 8 de novembro do ano passado na edição impressa e 11 e 18 de outubro na versão digital.