(21) 96755-2523

Segurança Presente chega com duas bases em Japeri


Publicado em 04/06/2021

 A prefeita de Japeri, Dra. Fernanda Ontiveros, destacou a importância da implantação das bases no município e agradeceu a parceria do Governo do Estado: “Historicamente, sofremos muito com a falta de segurança. Isso acarreta muitos problemas para o município. Além da perda econômica da vítima, perdemos com o medo dos grandes empresários trazerem suas indústrias, comércios e galpões logísticos. Isso gera desemprego e pouca receita. Nos primeiros dias em que assumi a gestão pedi ajuda para resolvermos este problema e, felizmente, estamos realizando um sonho. Sou grata ao governador Cláudio Castro e ao Deputado André Ceciliano por toda luta”, destacou.


Para reforçar a segurança nos dois grandes centros comerciais do município, o programa irá implantar bases no centro de Japeri e em Engenheiro Pedreira. No total, a cidade terá 43 agentes, 6 viaturas e 10 motocicletas em ação no combate à violência. Os policiais estarão em atividade de segunda a domingo, das 8h às 20h. O efetivo, composto por policiais militares e guardas municipais, vai patrulhar as regiões prioritariamente no centro comercial e nas áreas turísticas da cidade.

Já o secretário municipal de Segurança e Transportes, Jorge Dantas, falou sobre a cobertura que o programa traz para ações da Polícia Militar em outras localidades: “Apesar do Segurança Presente não ser de confronto, a implantação das bases em Japeri e Engenheiro Pedreira proporciona aos agentes do 24° BPM possibilidade de agir de forma mais constante nos bairros mais afastados e/ou deflagrados pelo tráfico. Nossa expectativa é a melhor possível para a segurança pública”, frisou.

Os crimes de rua estiveram em alta no município. De acordo o Índice de Segurança Pública (ISP-RJ), só em 2020, foram registrados 563 boletins de ocorrência por algum tipo de roubo ou furto na 63 DP (Japeri), média de quase 47 pessoas roubadas ou furtadas por mês. Ainda de acordo com as estatísticas divulgadas pela Secretaria de Segurança do Estado, no ano passado, 52 munícipes tiveram seus celulares roubados ou furtados e 15 estabelecimentos comerciais foram assaltados.