(21) 96755-2523

Processo de concessão da Cedae já atrai empresas interessadas


Publicado em 02/04/2021

 Falta um mês para o leilão de concessão da Cedae. O leilão está marcado para o dia 30 de abril e o processo está atraindo grandes grupos internacionais.  Até o momento, 11 empresas nacionais e internacionais já realizaram mais de 2 mil visitas técnicas às instalações da empresa, mostrando interesse no leilão.


A concessão vai garantir que mais pessoas tenham acesso ao tratamento de água e esgoto e os impactos serão sentidos por gerações. Serão cerca de 12 milhões de pessoas beneficiadas, com melhorias na saúde, geração de empregos, investimentos no meio ambiente, aumento da arrecadação tributária, turismo e valorização imobiliária.

Os investimentos na universalização dos sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto exigirão um volume de investimentos de R$ 12 bilhões entre 2022 e 2026 e de R$ 13 bilhões entre 2027 e 2033. O volume de investimentos é determinado pelas metas do Plano Nacional de Saneamento Básico e o Marco Legal do Saneamento - 90% de coleta e tratamento de esgoto e 99% de abastecimento de água até 2033 nas áreas urbanas. 

O projeto vai beneficiar diretamente diversas regiões carentes e gerar impactos na vida de milhões de pessoas. O edital torna obrigatório que o vencedor do leilão faça investimentos de pelo menos R$ 1,8 bilhão em comunidades e favelas. Obras previstas em rios que abastecem essas regiões vão garantir a melhoria da água fornecida, com impactos já no primeiro ano.

“Fizemos os serviços concedidos por blocos, de forma independente. Licitantes podem concorrer a mais de um bloco, desde que comprovem capacidade de investimento para atender às metas e às regras do Marco Legal do Saneamento”, explicou o secretário de Estado da Casa Civil, Nicola Miccione.