(21) 96755-2523

Nilópolis recebe vacina CoronaVac e plano de vacinação é alterado pelo Ministério da Saúde


Publicado em 22/01/2021

 Essa semana não se  falou sobre outra coisa: o início da vacinação contra a Covid-19 mereceu todos os destaques e manchetes. A ansiedade era, mais exatamente ainda é, geral, principalmente por conta do fato das doses disponibilizadas não serem  suficientes para imunizar todos que desejam. A chegada das doses ao município de Nilópolis, na manhã da última terça-feira, dia 19, emocionou o prefeito Abraãozinho e todos que acompanharam no Posto Central, mas foi mesmo o início da campanha no dia seguinte, quarta-feira, dia 20, voltada para profissionais da saúde, idosos com mais de 75 anos e idosos internados em instituições de longa permanência como abrigos e asilos, que atraiu todas as atenções. No entanto, ontem, quinta-feira, dia 21, atendendo determinações do Ministério da Saúde a vacina passou a ser aplicada apenas nas residências terapêuticas e instituições de longa permanência e nos profissionais da linha de frente no combate à doença.


Nilópolis recebeu 5.645 doses da vacina CoronaVac e já foram aplicadas nessa primeira fase 2.975, produzida pelo laboratório chinês Sinovac com o Instituto Butantã. O prefeito Abraãozinho e o secretário municipal de Saúde, Marco Aurélio Pereira, receberam o carregamento enviado pelo Estado no Posto Central ao lado de outras autoridades. O carregamento rapidamente foi acomodado nos freezers que já estavam preparados, na temperatura ideal, para garantir a eficácia do imunizante. “O grande dia chegou. Estou até emocionado, afinal depois de tantas perdas de familiares e nilopolitanos, vamos começar a vacinar. Está tudo preparado e  teremos uma campanha bem sucedida com certeza’, disse o prefeito Abraãozinho.

De acordo com explicações do secretário municipal de Saúde, Marco Aurélio Pereira, Nilópolis recebeu metade das doses reservadas para o município, porque a outra metade chegará no momento oportuno para quem recebeu nessa primeira fase, receber a segunda dose, mesmo procedimento para todos os demais municípios do    Estado. “É um momento muito esperado e agradeço todo o apoio e empenho do secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves; e do superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Mário Sérgio”, disse o secretário, que naquela ocasião, anunciou para o dia seguinte o início da vacinação em todos os postos de saúde do município para aqueles que pertencem ao  grupo da primeira fase. 

Também acompanharam a chegada da vacina os vereadores Rafael Nobre, Leandro Hungria, Maurinho, Anderson Campos e Alvinho.

O primeiro a receber a vacina contra a Covid-19 no município foi o ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, João Amaro dos Santos, de 95 anos. “Eu nem consigo falar de tão emocionado e alegre que fiquei por ter sido escolhido. A injeção nem doeu, enfrentar batalhas é bem pior”, disse o morador do bairro Paiol, que usava um terno ornado com suas inúmeras medalhas. Já a segunda pessoa imunizada foi a enfermeira Adalgisa Gomes, de 57 anos. “Espero que as pessoas fiquem realmente imunes, que tenham consciência que o processo não é imediato e continuem de máscara para tudo dar certo”, afirmou a responsável pelo atendimento aos idosos em residências terapêuticas na cidade.

E assim, durante toda a quarta-feira a vacinação transcorreu de forma tranquila nos postos de saúde do município. A recomendação era de que os profissionais de saúde fossem imunizados no seu próprio local de trabalho. E inúmeros foram os relatos e postagens nas redes sociais mostrando momentos marcados pela emoção daqueles que pertencem a fase inicial. Na Unidade de Saúde da Família Posto Cabuís, Airton Leitão, de 82 anos, e sua esposa Marlene Leitão, chegaram com o filho Márcio Leitão para receberem a dose. “Eu sempre quis tomar a vacina, estava esperando muito por esse dia”, disse ele. Sua esposa completou as palavras dele.  “Estou muito feliz de ter essa oportunidade, estava  esperando ansiosamente”. Getúlio Sessim, do Conselho Municipal de Saúde de Nilópolis, também foi imunizado.

 Segundo aviso divulgado pela Prefeitura Municipal,        a vacinação nos postos de saúde segue suspensa, enquanto é necessário aguardar o com-plemento das doses inicialmente divulgadas pelo Governo do Estado, já que o município não recebeu em sua totalidade.